Comunzin entrevista:




Porecatuense de 24 anos, Willian Leite, Designer, ilustrador, blogueiro e atulmente cursando Pós em Design. Seu blog tem milhares de fãs que se identificam com seus desenhos, e assim ele vai conquistando um imenso espaço no que chamamos de blogosfera. Entrevistamos hoje: Will Tirando!

Comunzin: Quando você começou a desenhar?

Will Tirando: Eu desenho desde criança. Era aquele moleque da turma que todo mundo pedia pra desenhar alguma coisa no quadro...

C: Isso te incomodava?

WT: Jamais, eu me sentia “o cara”! Claro que nunca fiz disso uma espécie de “abuso de poder”, mas eu me sentia importante! (risos)

C: Partindo em relação ao blog, quando você começou e como foram as primeiras divulgações?

WT: O Will Tirando surgiu há uns 3 anos. Comecei influenciado pelo estilo simplista do Cyanide & Happiness, desenhei nesse estilo por pelo menos dois anos. Divulgava basicamente no Orkut (no meu profile e nas comunidades).

C: E porque resolveu mudar pra esse estilo atual?

WT: No início (nas primeiras semanas) eu me divertia com o estilo simplista, pois só conhecia o C&H e o Dr. Pepper. Existiam muitos outros, mas eu ñ conhecia. Quando comecei a levar o blog a sério apareceu muita gente criticando, falando que o estilo já estava saturado. Mas eu gostava da arte tanto quanto do humor! Então, pra mudar de estilo foi complicado. Fiquei com medo de perder leitores, mas deu certo.

C: Muito certo, aliás. Muita gente não deve saber, mas você começou junto com o "Um Sábado Qualquer”. Lembra como era?

WT: Sim! Comecei na mesma época que ele. Nós divulgavamos os blogs nas mesmas comunidades do Orkut. Na época ele ainda era cabeludão. Mas os blogs mais admirados nessas comunidades eram os no estilo C&H.

C: Depois de certo tempo, o Will Tirando foi parar nas "Tiras de quarta" do Jacaré Banguela. Qual foi sua reação na primeira vez que viu?

WT: A partir daí as coisas foram muito melhores. O Rodrigo Fernandes me achou (não me pergunte como) e simpatizou com o meu blog, que na época ainda era o estilo simplista. Recebi no Orkut um recado de um amigo dizendo “ei, vi sua tira no JB!”. Eu nem sabia o que era o JB! (risos), mas se pro cara era algo tão relevante, pra mim foi também. Quando entrei no JB e vi minha tira ao lado de Adão Iturrusgarai, Dr. Pepper, Cyanide... Aí sim vi que deveria ficar feliz!

C: Quais são suas influências na hora te der idéias para as tiras? E o que você acha que seus leitores esperam?

WT: O melhor na hora de pensar em alguma coisa é pensar em algo totalmente ligado ao leitor. Algo que ele leia e diga “Puts, tá falando de mim! A minha vida é assim! Eu sou assim!”, essas coisas... As tiras não devem ter sempre cara de piada, devem apenas contar algo. Se o leitor se identificar com aquilo, PIMBA! A tira certamente será bem aceita. Os leitores querem identificação, mas claro que esse não é o segredo da coisa. Tem muitos outros fatores que colaboram para que as tiras sejam bem aceitas e o blog dê certo como originalidade, boa frequência de atualização, bom senso e o layout do blog de um modo geral.

C: Você faz suas tiras no trabalho ou em casa?

WT: Ultimamente tenho feito 85% delas no serviço. Não sei porque, mas acho o clima daqui mais inspirador. Chego em casa cansado e minha casa geralmente tá uma zona. Vejo TV, leio, e não desenho nada. Mas é em casa onde eu penso na maioria das tiras.

C: E isso já te atrapalhou no serviço?

WT: Atrapalhar, não atrapalha. Eu ainda sou um funcionário responsável, mas admito que não é legal que os meus superiores vejam eu o tempo todo rabiscando com essa tablet, então espero eles saírem, e desenho! (risos)

C: Já se aproveitou de algum emprego para fazer coisas pro blog? (adesivos, por exemplo)

WT: Cara, você tá sabendo demais! Eu tenho uma tira impressa em lona e colada no meu quarto com cerca de 1m, mas já fiz banners também. Já publiquei um anuncio do meu blog em um painel eletrônico (uma TV com 2,30 x 1,30) e fiz adesivos.

C: Tem alguma tira favorita?

WT: Sempre tem. Eu gosto daquela do “Outdoor x Busdoor”, daquela do 'Elas não suportarão essa verdade', do 'cara que pensa que é o Google'... E essa do Google, se não me engano, foi a primeira a aparecer no JB.

C: Quais são os blogs que você mais gosta?

WT: Os blogs que eu acompanho e admiro conheci no JB: Ryot Iras, Wullfmorgenthaler, Overdose Homeopática... E alguns cartunistas eu coloco na categoria “quero ser assim quando crescer”: Allan Sieber, Adão Iturrusgarai, Millôr, Jaguar...

C: Você acha que as tiras recebem a valorização merecida?

WT: Até demais! Vejo tanto blog, BOM MESMO, de cartunistas que deveriam ser reconhecidos e não são... Falta sorte pra esses!

C: Como você faz as tiras?

WT: Eu desenho no Flash, utilizando uma tablet. Depois disso monto a tira quadro a quadro e coloco falas no Corel Draw e finalizo o arquivo no Photoshop, ajustando cores e salvando num tamanho compatível pra web. Basicamente isso.

C: Você tem alguma dica pros leitores que querem começar um blog ou que tem blogs pequenos?

WT: Originalidade, tanto nos traços quanto no humor. Se esforcem para que esses blogs tenham um ritmo bom de postagens. Isso colabora para que o leitor seja fiel a seu blog, e volte sempre.

C: Mas assim, quais suas previsões pro futuro do blog?

WT: eu nunca tracei metas para o blog. Minha previsão é sempre fazer tiras, para que sempre mais pessoas possam vê-las... eu penso em um dia poder viver do blog... de alguma forma... não digo ficar rico. Longe de mim. Mas de me sustentar dele... se um dia isso acontecer, penso em aumentar o numero de atualização diária... sei o quanto isso é difícil de acontecer, então mantenho bem os pés no chão

C: Pretende produzir apenas tiras ou partir pra outros meios, como animação, produtos etc?

WT: Acho que quando é pra acontecer as coisas vão surgindo. Produtos são coisas bastante possíveis de rolar lá no blog. Recebi um apoio mega camarada vindo do Dr. Pepper e já há camisetas a venda lá. Animação já é mais complicado, mas por que não?!

C: Algum agradecimento ou dica?

WT: Dicas eu tenho muuuuitas mesmo! Agradecimentos então, nem se fala... Mas se eu fizer um a um aqui, o tamanho da entrevista dobra. Então quero te agradecer, Luís, achei muito divertida essa "brincadeira". Muito esperto da sua parte essa iniciativa: faz dos blogs mais humanos, e mostra que a blogosfera é feita por pessoas comuns, e não apenas por págnas refletas de posts! Um abraço!

4 comentários:

Lucas Muller disse...

muito boa entrevista acésso td dia !

gabriel disse...

qndo vai ter tirinha nova???

ocorvodojoker disse...

Simplesmente espetacular a entrevista, a cada dia mais me torno um fã do "Willtirando" e logicamente do Will Leite, e agora, mais que nunca vejo o comunzin com outros olhos pois deu espaço para uma entrevista, mostrando (como dito na entrevista) o lado humano dos blogs.

Parabéns aos dois, de coração, Joker.

Aninha disse...

Nossa admiro muito o Will, foi atraves dele que vim parar aqui , e descobri o qto seu blog e bom tb parabens....